quarta-feira, 28 de outubro de 2009

M.N.F. - Movimento Nacional Feminino

NATAL DE 1971
O primeiro que o nosso Batalhão passa em Moçambique. Não nos detivemos a chorar o facto de nos encontrar-mos longe dos nossos familiares, aquem muito queremos. Não que os esqueçamos, tentamos sim, viver esta quadra o melhor que nos for possível. No dia 13 de Dezembro, tivemos a presença amiga e generosa de D. Lisete Lopes, locutora do Rádio Clube de Moçambique e orientadora do programa dedicado às Forças Armadas, que saía para o ar todos os sàbados à tarde. Nesse dia esteve também presente uma equipa de reportagem do Rádio Clube de Moçambique que em colaboração com a Emissora Nacional, vieram gravar mensagens dos soldados para serem ouvidas na Metrópole.


Alguns dias depois, a 22 do mesmo mês, quis obsequiar-nos também com a visita a Delegação do Movimento Nacional Feminino, nas pessoas das esposas, respectivamente sua Exª o senhor Brigadeiro Rocha Simões, Governador do Distrito e do Exmo Coronel Tavares da Costa, chefe do Estado Maior. Depois de desejarem as tradicionais "Boas Festas" a todos os militares, deixaram-lhes algo que iria melhorar a festa de Natal, principalmente a Consoada, com vinhos, bolos e queijos.
Não me recordo, naturalmente do nome das senhoras, mas da Lizete Lopes a do chapéu grande, não podia esquecer. Senhora muito bonita, um oásis para os olhos famintos de civilização. Soube mais tarde, ainda estávamos em Moçambique, que a senhora teria falecido de doença prolongada.

Olhem só estes rostos!


Foto para mais tarde recordar.

O Ferreira, eu, ?, Martins, Jesus, Tudela, "Cavilhas", ?, Sardinha.

Esta foto foi enviada pelo nosso camarada 1º Sarg. Vaz. Reconhecem alguém?

5 comentários:

  1. Parabéns pelo blog.
    Essas madames, apareceram-nos no Natal de 73, em Nura /Tete, com uns sacos de plástico, contendo : aerogramas, bics,livros da RTP, e Revistas do Notícias de L.Marques.
    Não fomos de modas, e não lhes ligamos puto...e ala que se faz tarde.
    Francisco Dores
    Ex. Fur.Mil.

    ResponderEliminar
  2. Adorei, este artigo. Sou uma das filhas da Lisete Lopes e lembro-me bem de toda esta azáfama. Era linda, não era? A intenção era levar-vos um pouco de conforto. Realmente, faleceu pouco tempo depois, de cancro.Já agora, mais alguém tem recordações da minha mãe? Fotos, som, video? Agradeço desde já.
    Isabel Lopes Vilela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Isabel;

      Sou a tua prima Maria Pia (a filha da Irene), estou a viver em Paris.
      Gostava de ter notícias tuas e da tua irmã Ana.
      (maga15@wanadoo.fr). Lembro-me de ti, gostavas de comer carne crua (o que muito me enjoava)Beijinhos

      Eliminar
  3. Cara Isabel Lopes Vilela, para que seja possível alguém lhe poder enviar fotos onde a Lisete Lopes esteja, era de toda a conveniência deixar uma forma de contacto, sem a qual não será possível proceder ao envio do que quer que seja. Grato pela visita.

    ResponderEliminar
  4. Isabel,
    Dei com estas fotos da Lisete Lopes e adorei. Lembro-me bem desta senhora da radio, uma filha se não estou em erro a Ana, foi minha colega na escola Rainha Santa Isabel, tenho ideia de ter ido lá a casa na Polana e de a ter visto e acha-la linda!
    Carla Ribeiro

    ResponderEliminar

O BCaç 3843 agradece o comentário.