sábado, 16 de maio de 2015

23º ENCONTRO DO BCAÇ 3843

A festa já acabou, vamos ao lavar dos cestos, como diz o povo, que é o mesmo que dizer passemos aos números.
No inicio éramos 130 ex-militares. Hoje e fazendo jus às informações recebidas, somos 115 ex-militares. Desses 115, 41 puderam e quiseram estar presente, respondendo à chamada.
Mas estes ex-militares aqui presentes fizeram-se acompanhar da família, engrossando desta forma o número de presenças no nosso Encontro.
A Comissão Organizativa deste evento, presidida pelo Espírito Santo agradece a todos a sua participação em mais um convívio.
De salientar que esta direcção já traçou as linhas gerais para o próximo Encontro, que se realizará em Viseu, no 3º sábado de Maio de 2016.
O convívio do próximo ano, COMEÇA HOJE!

*** *** ***
Foram estes bravos sobreviventes da guerra do Ultramar, que marcaram presença no 23º Encontro do BCaç 3843, este ano ainda em Leiria.

Desde manhã cedo que os elementos participantes ao Encontro foram chegando ao local previamente combinado.

  A presença feminina este ano muito bem representada.
Quanto à presença masculina na sua maioria, fazem parecer moços que vão assentar praça.
 Ambiente sempre bem disposto.
  Aos poucos os ex-combatentes lá iam chegando.
Depressa se encheu a capela de Marrazes, que este ano pareceu pequena para tanta presença.
O Padre Gonçalves (Capelão do BCaç 3843) celebrou uma missa.

Por fim o tão desejado repasto, que já se fazia tarde e a fome apertava.

Pela 1ª vez a Organização presidida pelo Espírito Santo, implementou o sistema de "Bufett" livre, dando desta forma mais liberdade aos participantes para poderem escolher o tipo de comida que mais lhes agradasse.
Alguns pensavam que só podiam comer um só prato, mas quando lhes foi dito que era livre a sua escolha, não se fizeram rogados e deleitaram-se com a variedade de comida que haviam ao dispor.

Em todos os eventos existem pessoas mais gulosas que outras e a prova disso foi a afluência de alguns à mesa dos doces.
A foto seguinte mostra, que apesar de ausentes alguns ex-camaradas quiseram mostrar a sua solidariedade para com os elementos presentes no 23º Encontro. Este é o momento em que o José Corrêa fala com o Comandante Figueiredo.
Uma família feliz, tem sempre um brilho nos olhos. À família Perdigão o nosso muito obrigado pela presença.



Este foi o bolo do acontecimento. muito pouco sobrou de tão gostoso que estava.
A altura em que o Comandante Figueiredo discursa é sempre um momento de lembranças e recordações que nos fazem por vezes pensar.
Em todos os acontecimentos a presença da comunicação social, faz-se sentir através dos seus elementos mais preponderantes.
  
O interesse era muito.
 Por fim todos cantaram os Parabéns ao Batalhão de Caçadores 3843.
 Para o ano há mais!